TV Monday: Justified Edition

Posted on março 12, 2012

1


Justified

Jump to english

Eu sei que esse post era pra ser uma espécie de visão geral do que eu assisti na semana, mas Mass Effect 3 tomou praticamente todo meu tempo, e eu quase não assisti série nenhuma. Então resolvi falar de uma série que eu deveria ter assistido séculos atrás, mas acabei só vendo esse mês: Justified.

Na verdade eu até assisti o piloto, quando a série estreou, mas eu provavelmente estava assistindo coisas demais naquela época e a série parecia muito baseada em casos da semana, coisa que eu geralmente não curto. Mais tarde eu até ouvi que história estava seguindo um arco mais longo, mas aí já era tarde demais. Até o momento que comecei a assistir Deadwood e me apaixonei por Timothy Olyphant, é claro.

E fico muito feliz por ter voltado atrás, porque além do Timothy Olyphant estar ótimo como o US Marshal Raylan Givens, a série em torno dele também é muito boa. Começando com personagens coadjuvantes brilhantes, como o insano Boyd Crowder (Walter Goggins), que é um dos melhores bad-boys-que-você-tem-que-amar na tv atual (e eu sempre gostei de um bad boy, rs), e tem a incrível abilidade de te manter em dúvidas sobre suas motivações, o tempo todo. O cara é tão complexo que acho que nem ele tem certeza se está falando a verdade. Winona (Natalie Zea), a ex de Raylan, também é uma das minhas personagens favoritas.

Boyd Crowder

Boyd Crowder

Também gosto muito do fato de que a série tem um senso de espaço, lugar, bem distinto, e com isso traz toda uma atmosfera, um estilo visual, um jeito das pessoas interagirem. Harlan, Kentucky, não é um lugar exatamente bonito ou muito agradável, mas parece um local autêntico, e não uma cidade pequena genérica. Também me parece bem realista que Raylan seria a pessoa que é, cheia de raiva, mas tentando focar essa energia em algo bom, sendo criado em uma cidade como aquela.

Mas provavelmente a coisa que mais me surpreendeu em Justified foi o quão engraçada a série consegue ser. Eu achei que seria como o resto do line-up de dramas da FX, tentando te chocar a todo momento, e cheia de cenas deprimentes, mas a coisa é um pouco diferente. Com certeza tem o estilo meio macho e a violência da FX, mas comparado com algo tipo Sons Of Anarchy, é bem mais leve. Afinal o personagem principal usa um chapéu de cowboy em praticamente todas as cenas, né! Aliás, acho que o Timothy Olyphant é uma das poucas pessoas no mundo que conseguem fazer esse look funcionar fora de uma produção de época.

Se você gosta de bons dramas e ainda não assistiu Justified, por favor corrija seu erro o mais rápido possível. E dê a série pelo menos uns 4 episódios pra te conquistar, não cometa o mesmo erro do que eu. É uma série divertida, com um roteiro ótimo e interpretações maravilhosas. O que você quer mais?

PS: Ainda estou assistindo a segunda temporada, então não mencionem nada nos comentários que acontece depois do terceiro episódio.

—{—}—

I know this is supposed to be a sort of overview of what I watched this week, but Mass Effect 3 pretty much dominated my week, and I didn’t have time to watch much tv. So instead I’m going to talk about a show that I should have watched ages ago, but only got around to watching this month: Justified.

In fact I did watch the pilot, when it premiered, but at the time I was probably watching way too much stuff and the show just seemed to procedural for me to care. Later I heard that the show had gone a bit more serialized, but the ship had sailed for me. Until I started watching Deadwood, and totally fell in love with Timothy Olyphant, that is.

And I’m very glad I went back on my word and started watching it, because not only Timothy Olyphant is amazing here as US Marshal Raylan Givens, the show around him is also really good. The show has amazing supporting characters like crazy man Boyd Crowder (Walter Goggins), who is one of the greatest bad-boys-you-have-to-love in tv (and I was always a sucker for those), and has the incredible ability to keep you guessing at all times. The guy is so complex that I doubt even he knows what he feels half of the time. Winona (Natalie Zea), Raylan’s ex-wife is also one one of my favorites.

Boyd Crowder

Boyd Crowder

I also love how the show has a very distinct sense of place, and the style that comes with it. Harlan, Kentucky is not a pretty place, or a very nice one, but it does feel like an authentic place, and not some generic small town. It also feels real to me that Raylan Givens would be the person that he is today, full of anger, but trying to turn it into something good, if he was raised in a town like that.

But probably the most surprising thing about Justified is how funny it can be. I went in thinking it would be another FX show, trying to shock you at every turn, and full of dark depressing scenes, but not with this one. It certainly has the FX swagger and violence, but compared to something like Sons Of Anarchy, it’s a lot lighter. I mean, the main character wears a cowboy hat at all times, come on! By the way, I think Tim Olyphant is one of the few people that could make that look work outside of a period piece.

So if you like good dramas and still haven’t watched this, go watch as fast as possible. And please, give it at least 4 episodes, don’t make the same mistake I did. It’s a very fun show, with awesome writing and acting, what more could you ask for?

PS: I’m still watching season 2, so please don’t comment on anything that happens after the third episode of season 2.

Posted in: TV